DIABETES PODE LEVAR A CEGUEIRA

A diabetes é responsável pela maioria dos casos de cegueira em pessoas entre 20 e 60 anos de idade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, 6,9% da população brasileira tem diabetes. Quando a glicose não está controlada, pode causar problemas no coração, artérias, rins, nervos e olhos. A ocorrência de lesões assintomáticas nos vasos da retina, podem evoluir com o vazamento e acúmulo de líquido e lipídios dentro da retina, gerando alguns tipos de comorbidades como:

RETINOPATIA DIABÉTICA

Considerada uma das comorbidades mais ocasionadas pelo diabetes, a Retinopatia Diabética acontece através do rompimento dos vasos sanguíneos, provocando o vazamento de fluido e causando a morte de muitas veias da retina, a qual é a responsável por formar as imagens enviadas ao cérebro. Isso pode provocar hemorragia e o possível descolamento da retina, formando membranas opacas na íris e a possível perda parcial ou até total da visão.

EDEMA MACULAR DIABÉTICO

Que é ocasionado pela exposição excessiva e prolongada de açúcar nos vasos sanguíneos oculares, levando ao inchaço e consequente hemorragia. Como consequência pode provocar o descolamento da retina, a formação de membranas opacas da íris e, em casos avançados, a cegueira. Não é passível de cura, mas pode ser tratada.

O GLAUCOMA

Causado pelo aumento da pressão intraocular que, com o tempo, danifica o nervo ótico e pode levar a perda da visão.

A CATARATA

Quando a lente do olho, o cristalino, fica opaca, bloqueando a luz e, consequentemente, deixando a visão embaçada, o que pode levar a cegueira.

TRATAMENTO

Muitas lesões começam a ocorrer nos vasos da retina, tecido ocular responsável pela formação das imagens. Normalmente são assintomáticas, por isso a importância do diagnosticado em suas fases iniciais. Esse processo pode até mesmo regredir com o controle da glicemia. O ideal é levar uma vida saudável, com hábitos alimentares equilibrados junto com a prática de exercícios físicos. Entretanto, opôs o diagnóstico de diabetes, é fundamental fazer acompanhamento rigoroso com o seu oftalmologista. Pacientes com diabetes tipo 2 devem iniciar logo após o diagnóstico. Já os pacientes com diabetes tipo 1, devem começar as avaliações após cinco anos de doença, ou após a puberdade, caso o diagnóstico tenha sido feito de forma precoce ainda na infância. Em casos de Diabetes Gestacional também é importante fazer um acompanhamento preventivo pois pode permanecer após o parto e trazer consequências e danos aos olhos.

QUER SABER MAIS?

Renata B. Siviero

Oftalmologista

CRM PR: 34 804 | RQE 25.984

Tel. e WhatsApp: (46) 3272-2616

E-mail: contato@renatasivierooftalmologia.

com.br.

Endereço: Avenida Brasil 707 – Centro

CEP 85501-057- Pato Branco -Paraná

Mais conteúdos

DIABETES PODE LEVAR A CEGUEIRA

A diabetes é responsável pela maioria dos casos de cegueira em pessoas entre 20...

Conheça a Catarata e entenda o porque ela pode causar a cegueira.

Olá! Durante esse mês, você poderá acompanhar de perto através dessa coluna todas as...

Como o Glaucoma pode causar a cegueira.

Através da lesão do nervo óptico, o responsável por enviar as informações ao cérebro....

Como saber se você tem a síndrome do olho seco.

Se você passa muito tempo no computador, TV ou celular. E depois percebe que...

Conheça as principais doenças que podem causar cegueira

A prevenção desde a mais tenra idade é fundamental para uma boa saúde ocular....